Curiosidades

Recorde do 0-400km/h. Sim, você leu certo…

Enquanto um dos parâmetros de desempenho para os veículos acessíveis aos “comuns mortais” costuma ser o tempo gasto para ir da imobilidade aos 100km/h – e quando se fala de 0-200km/h já se pensa em máquinas com muita cavalaria sob o capô, tem quem consiga fazer muito mais. A Bugatti Chiron, que sucedeu a já impressionante Veyron, é o mais exclusivo e potente modelo de produção em série (pequena, é bem verdade) – seu motor W16 (na prática dois V8 funcionando juntos) com quatro turbinas, proporciona nada menos que 1.500cv.

E como superar os 400km/h já não era novidade, a marca do Grupo VW resolveu fazer graça e estabelecer um recorde para o 0-400km/h. Para a façanha, convidou um piloto com experiência de sobra em altas velocidades – o colombiano Juan Pablo Montoya, vencedor de GPs no Mundial de Fórmula 1 e das 500 Milhas de Indianápolis (prova em que as máquinas andam em médias superiores a 350km/h).

Bastou encontrar um retão adequado para a tentativa e pisar no pedal da direita sem dó. Instrumentos de medição a postos, Montoya e a Chiron alcançaram a velocidade impressionante em igualmente impressionantes 32s6, ao fim de 2.621m de percurso. Mas a ideia era medir também o tempo gasto para imobilizar totalmente o superesportivo, o que foi feito em mais 9s3, com a ajuda da asa traseira que funciona como um freio extra ao barrar a passagem de ar e grudar a traseira do carro no solo ainda mais. Tempo total: 41s96, que a fábrica ainda quis arredondar para cima, com o número 42 que acompanhará a versão usada no estande da Bugatti no Salão de Frankfurt. Alguém se anima a bater a marca?

Curiosidade: geralmente, os pilotos que fazem esse tipo de prova, se vestem de maneira apropriada, com macacão, luvas e capacete. Mas o Juan Palo foi de calça jeans, camisa e sem capacete. Passando uma uma sensação de segurança para quem assiste o vídeo.

chiron DJbR0pzXoAAwTLy

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo