Automobilismo

Um Polo pra lá de vitaminado…

Depois de vencer quatro títulos mundiais de rally (WRC) consecutivos com um modelo baseado na geração anterior do Polo, a Volkswagen resolveu desativar sua equipe oficial de fábrica, até mesmo para economizar em seu orçamento depois do escândalo do dieselgate.

Com a apresentação do novo Polo, recentemente lançado também no Brasil, a montadora alemã resolveu investir num segmento mais lucrativo: o desenvolvimento de uma versão para a categoria R5 dos ralis, dedicada a pilotos e equipes particulares com veículos algo mais próximos da produção em série. Sim, porque estamos falando de exemplares com custo em torno dos 200 mil euros (cerca de R$ 780 mil); motor 1.600cc turbo com cerca de 270 cv; câmbio sequencial de competição e suspensões desenvolvidas especialmente para aguentar os abusos na terra e no asfalto. Além disso, os eixos são estendidos para aumentar a largura (e a estabilidade), assim como a carroceria recebe prolongamentos sobre as caixas de roda. No interior, apenas o estritamente necessário: bancos e cintos de piloto e navegador; a gaiola em aço de proteção e os comandos eletrônicos em um console montado entre os dois ocupantes – repartição de frenagem; sistema auxiliar de largada e os modos do painel em LED.

Teoricamente, o Polo GTI R5 pode disputar o Brasileiro e o Sul-Americano de Rally de Velocidade – não por acaso, segundo om departamento de motorsport da VW, já existiriam times da região interessados no modelo. Se virá é outra história, por enquanto o barato é curtir as belas formas da supermáquina com cara de carro de rua vitaminado.

polor5

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo