Legislação

Acidentes em queda no estado, mas número ainda impressiona

Quem passou pelo principal cruzamento de Belo Horizonte e um dos símbolos da capital – a Praça Sete e seu pirulito –, se deparou com uma imagem chocante, mas justificada. Os destroços de um carro acidentado estavam em um dos quarteirões fechadas para alertar motoristas e pedestres sobre a importância de um comportamento defensivo e solidário no trânsito, ainda uma das principais causas de ferimentos graves e fatalidades no Brasil. A ação foi feita pela Secretaria Estadual de Segurança Pública para marcar o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito.

Na ocasião, foram divulgados números que mostram como o número de ocorrências com feridos apresenta redução em relação aos dados de 2017, mas ainda é preocupante. De janeiro a outubro deste ano, foram registrados em todo o estado 61.818 acidentes com vítima (feridos ou mortos), ante os 69.019 do mesmo período do ano anterior. Na capital, queda dos 10.148 para 9.500 – o que significa uma média diária de quase 32 acidentes apenas em Belo Horizonte, muito ainda para justificar toda a preocupação, ações educativas e fiscalização. O maior rigor, aliás, é apontado como uma das causas principais da melhora nas estatísticas, com a intensificação da Lei Seca.

GIL_5853

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo