Flagras

‘Anti-Compass’ da Volks aparece sem disfarces

Que ele está a caminho a própria Volkswagen admite, assim como os planos de fabricá-lo em Córdoba (Argentina), de onde virão as unidades para o mercado brasileiro. Faltava, no entanto, uma imagem da versão de produção, flagrada na China e reproduzida pelo site Carnewschina. Lá ele chegará às concessionárias com o nome de Tharu, mas, por aqui, deve se chamar Tarek, nome já usado pelos alemães para um buggy fora de estrada com que disputaram o Rally Dakar no começo da década passada.

Por aqui, ele será o segundo na ‘escadinha’ de SUVs dos alemães, com um rival declarado: o Jeep Compass, hoje o médio mais vendido do segmento. Ficará acima do T-Cross, cujo lançamento é esperado para o Salão do Automóvel, no fim do ano (com porte semelhante ao do Polo) e abaixo do Tiguan em termos especialmente de equipamento. Segundo o site, ele tem, na versão chinesa, 4,45m de comprimento (o Jeep tem 4,41) e 2,68m de entre-eixos, sinônimo de espaço de sobra para os ocupantes – estamos diante de mais um modelo concebido sobre a plataforma MQB. Lá as motorizações escolhidas confirmam a aposta no downsizing: um 1.2 turbo TSI de 116cv e o 1.4 turbo TSI de 150cv (o propulsor disponível por aqui no Golf).

As linhas externas seguem o caminho escolhido para o novo Tiguan e o grandão Atlas/Teramont, embora de modo mais discreto. As lanternas traseiras lembram o desenho adotado no primeiro Touareg – destoam um pouco do conjunto. Mas com a qualidade e o acabamento tradicionais dos alemães e a possibilidade de um preço agressivo, a proposta tem tudo para agradar. A chegada por aqui é esperada para o segundo semestre de 2019, depois de passado o impacto do lançamento do T-Cross. Ficam nossos agradecimentos aos amigos do Carnewschina.

volkswagen-tharu-1 volkswagen-tharu-6

Logo Maio Amarelo (4)

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo