Sem categoria

Audi e-Tron GT: Tesla que se cuide…

Especialmente depois do escândalo do Dieselgate, que envolveu não só a casa-mãe Volkswagen, mas também a Audi, eletrificação é a palavra de ordem no grupo. Desenvolver veículos que zerem as emissões e sejam impulsionados por energias limpas, em todos os segmentos. Pois a casa dos quatro aneis, que revelou recentemente seu primeiro SUV 100% carregável na tomada e se prepara para iniciar também a produção de uma sportback, aproveitou o Salão de Los Angeles (EUA) para revelar o terceiro modelo da fila, um cupê quatro portas de luxo que promete incomodar o reinado da Tesla, hoje a maior fabricante de elétricos do planeta e também rivalizar com o “irmão” Taycan, da Porsche, de proposta diferente, mas dimensões semelhantes (a base mecânica é a mesma, desenvolvida em parceria)

Static Photo Colour: kinetic dust

.

Segundo a montadora alemã, o e-Tron GT, apresentado como conceito, terá a produção iniciada em 2020. Com uma plataforma desenvolvida exclusivamente para elétricos, com o assoalho plano, pensado para alojar o pacote de baterias de ions de lítio, ele tem 2,9m de entre-eixos, 4,96m de comprimento e 1,96m de largura. E como o peso ainda é o principal rival dos modelos a eletricidade, foi usado um mix de materais para chassi e carroceria – desde a fibra de carbono a aços leves de alta resistência, passando pelo alumínio. No interior, é possível dizer que a Audi segue uma proposta “natureba” (ou vegana, como a própria prefere dizer): nada de materiais de origem animal, mas couro sintético e fibras desenvolvidas com materiais reciclados, como redes de pesca.

Em termos de visual, se a aerodinâmica tem de contar com atenção especial para ajudar a reduzir o consumo, foram feitas poucas concessões. As imponentes rodas aro 22 são cercadas por caixas bombadas; não faltam vincos e ressaltos típicos do DNA da casa dos quatro aneis e a dianteira traz a inconfundível grade hexagonal bastante generosa. A propulsão é assegurada por dois motores, um por eixo, garantindo a tração Quattro, que, no total, jogam nas rodas 590 cavalos, com velocidade máxima limitada a 240km/h (para ajudar na autonomia, estimada atualmente em 400 quilômetros).

Static Photo Colour: kinetic dust

Static Photo Colour: kinetic dust

Static Photo
Colour: kinetic duste0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo