Chevrolet

Chevrolet reafirma futuro com ‘zero emissões’

O Seminovos BH Notícias mostrou, semana passada, como as autoridades ambientais e os governos de 17 estados norte-americanos abriram guerra ao presidente Donald Trump e sua proposta de “suavizar” os limites de emissões de poluentes nos Estados Unidos a partir de 2022, ignorando o compromisso feito pelo antecessor Barack Obama – você lê o post AQUI.

Houve quem dissesse que a ideia de Trump teria sido influenciada pelas montadoras, pouco dispostas a investir bilhões de dólares em motores que respeitem o meio ambiente e poluam menos, bem como em tecnologias alternativas. Pois a CEO da General Motors Mary Barra veio a público para dizer que, ao menos da parte da empresa, não é o caso.

“Sei que as discussões prosseguem em Washington com as autoridades. Na nossa visão, um conjunto de regras válido para todo o país (os EUA) seria o ideal, como parte de um esforço para termos zero acidentes, zero emissões e zero engarrafamentos. Algo que não acontecerá de um dia para o outro, mas que é o objetivo de nosso trabalho. Eu asseguro que temos um comprometimento total em conseguir maior economia de combustível, reduzir as emissões de poluentes e investir em tecnologias para um futuro de automóveis 100% elétricos. Os efeitos das mudanças climáticas são reais e o setor automobilístico tem sua parcela nas soluções. Posso dizer que os últimos avanços em nossos motores permitiram economizar o equivalente a 35 milhões de galões de gasolina (cerca de 150 milhões de litros) e evitar que 312.000 toneladas de CO2 fossem jogadas na atmosfera. E até 2023 teremos 20 novos modelos movidos apenas a eletricidade”, destacou.

Chevrolet Bolt EV, que começa a ser produzido comercialmente nos EUA no fina deste ano

Logo Maio Amarelo (4)

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo