Carros-conceito

Conceito da Peugeot também aposta em ajuda elétrica para ser mais veloz

Se há uma montadora que gosta de desenvolver versões apimentadas de seus modelos de série, trata-se da Peugeot. Animada pelo sucesso nas competições desde o fim da década de 1970, ela criou um departamento Sport que começou a apostar, de verdade, nas siglas  GT e GTI – atualmente, 208 e 308 contam, na Europa, com configurações prontas para garantir diversão em qualquer track day – o segundo, aliás, pode ser encontrado na vizinha Argentina, onde é importado, embora a um preço bastante salgado.

Pois em tempos de espaço para os combustíveis limpos e aposta na propulsão elétrica, a ideia é aproveitar a tecnologia para proporcionar desempenho esportivo. O conceito 508 Peugeot Sport Engineered Neo Performance é uma primeira mostra dessa nova orientação e será exibido pela primeira vez no Salão de Genebra, ao lado do renovado 208.

A base é o sedã 508 em sua configuração Hybrid que, além do motor a combustão Puretech 200 turbo, recebe dois propulsores elétricos (um por eixo) que juntos, produzem o equivalente a 400 cavalos, além de um torque de 50kgf.m. Discos dianteiros ventilados de 380mm mordidos por pinças de quatro pistãos; uso de alumínio e materiais leves, menor distância livre do sono e bitolas mais largas completam um conjunto que transforma um pacato carro de todos os dias num convite a acelerar. A carroceria ainda recebeu uma série de componentes aerodinâmicos produzidos por meio de impressão 3D para não só tornar o visual mais esportivo, mas, principalmente, ajudar a facilitar a passagem do ar e reduzir o arrasto.

Homem ligado ao automobilismo, Bruno Famin, diretor-geral da Peugeot Sport, garante que é apenas o início da “linha mais esportiva jamais vista na Peugeot”. É então, esperar para ver…

Peugeot_508PSE_1902PJ_100_2_2

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo