Ford

Ford Fiesta ST: pena que…

Eles têm o mesmo nome, mas pouco mais do que isso. Enquanto o Fiesta vendido no Brasil é, na verdade, uma leve restilização da geração que já era oferecida, na Europa o compacto premium da Ford mudou completamente ano passado, com novas dimensões, visual e motorizações. Pois chega a ser engraçado que a própria filial verde e amarela da casa do Blue Oval destaque a chegada ao mercado (lá em cima) de uma versão esportiva intermediária do modelo, a ST (que, na nomenclatura da marca, fica atrás apenas da RS, habitualmente desenvolvida pela divisão Ford Performance).

Como não custa sonhar e admirar, mesmo que a milhares de quilômetros de distância, a gente mostra a novidade. Com a carroceria de duas portas (que nunca foi oferecida por aqui), ele é equipado com o novo três cilindros EcoBoost 1.5 turbo de 200cv, que o leva da imobilidade a 100km/h em velozes 6s5 e à máxima de 232km/h, com direito a uma válvula no escapamento que amplifica o ronco do motor.

Além do câmbio manual, o modelo conta, como opcional, com um diferencial de escorregamento limitado Quaife (marca conhecida das pistas) e três modos de pilotagem: normal, esporte e pista. E como nem tudo é desempenho, o propulsor desaciona um dos cilindros quando o carro está embalado (ou em velocidade de cruzeiro) para garantir menor consumo e emissões. A suspensão traseira conta com molas conformadas a frio.

O interior traz bancos dianteiros Recaro, som premium Bang & Olufsen, volante esportivo com base reta e a central multimídia SYNC 3 com tela de 6,5 ou 8 polegadas. As vendas, na Europa, começam nos próximos meses. Por aqui, só admirar mesmo…

NovoFiestaST-4 NovoFiestaST-3

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo