Híbridos e elétricos

Harley abre pré-venda de moto elétrica e mostra protótipo de patinete

Por mais que o barulho inconfundível, as vibrações dos motores e o visual das Harley-Davidson continuem atraindo milhões de admiradores em todo o mundo, os novos tempos estão obrigado a casa de Milwaukee a apostar em novas tendências. O Seminovos BH Notícias já mostrou que, entre os planos da fábrica norte-americana para os próximos anos estão o de lançar uma maxi-enduro aventureira e o investimento numa moto 100% elétrica já não era novidade. Há três anos protótipos do Projeto Livewire vinham rodando o mundo (estiveram inclusive no Brasil) para testes, desenvolvimento e, mais importante, recolher opiniões e impressões dos motociclistas.

Pois 2019 começa com o lançamento da versão definitiva da máquina, que mantém o nome e começará a ser entregue aos primeiros proprietários em agosto. A Livewire não se distanciou muito das linhas dos protótipos, procurando, dentro do possível, se manter fiel à filosofia das H-D. Suspensão dianteira upside down (invertida), freios Brembo com pinças radiais e os imensos discos mostram que o objetivo aqui é rodar sem poluir, mas um pouco mais rápido do que nas custom tradicionais.

livewire

Como o maior limite ao desenvolvimento dos elétricos são as dimensões e a capacidade das baterias, a Livewire ostenta, na balança, 210 quilos – bastante razoáveis diante do peso das irmãs movidas por motores a combustão. E se normalmente a Harley mantém absoluto mistério quanto à potência de suas máquinas, desta vez não foi o caso: são 75cv, com um torque absurdo e imediato que permite sair da imobilidade às 60 milhas (96,5km/h) em 3s5. Num ritmo constante e sem exageros, a autonomia máxima é de 180 quilômetros, mas um carregador rápido “enche o tanque” em cerca de 40 minutos. Estados Unidos e alguns países europeus são os primeiros mercados da Livewire, que tem preço sugerido de US$ 29.900, algo em torno dos R$ 110 mil.

Na última edição dos X Games de Inverno, no Colorado, a Harley exibiu ainda um conceito de patinete elétrico estilizado para percorrer menores distâncias em velocidades mais baixas. Por enquanto, apenas uma ideia que, no entanto, pode perfeitamente ganhar as linhas de produção se for bem recebida. Mais do que nunca, para fazer as contas fecharem no azul não basta se manter fiel à tradição.

hdscooter

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo