Lamborghini

Huracán Evo: a perfeição pode ficar melhor

Se alguém achava que a Lamborghini Huracán é a perfeição em termos de superesportivos, a casa de Sant’Agata Bolognese resolveu ir mais longe. Inspirada pelo sucesso do modelo nas pistas e a experiência adquirida na competição (mais de 200 unidades das versões GT3 e Super Trofeo foram produzidas), a montadora de propriedade do Grupo VW desenvolveu uma versão Evo da máquina. Que não fica apenas na maior cavalaria espremida do já lendário V10 5.200cc (são agora 640).

A aerodinâmica mereceu cuidado especial, com novas linhas no parachoque dianteiro priorizando a menor resistência possível à passagem do ar; um spoiler traseiro maior e mais eficiente e as saídas dos escapamentos deslocadas para uma posição mais elevada. O uso de materiais nobres e novas técnicas de construção fez com que o peso caísse para contidos 1.422 quilos.

No interior, destaque para a central multimídia touchscreen de 8.4 polegadas colocada no console central. E o revestimento, além de Alcantara e couro, conta com apliques em uma pele em fibra de carbono – novidade na Lambo. Novas rodas Aesir de 20 polegadas, opção de freios com discos em carbono e cores personalizadas (parte do programa de customização Ad Personam) são outros destaques do Huracán ‘anabolizado’, se é que dá para falar assim.  E os italianos usam e abusam da inteligência artificial, com a plataforma inercial LIP e o sistema Lamborghini Integrated Vehicle Dynamics (LDVI), que monitoram a movimentação do vertical e longitudinal do chassi e, com os demais parâmetros (aceleração, regulagens de suspensão), determinam o percentual de tração a ser enviado a cada eixo e o grau de ajuda à condução.

Lógico que não poderia ser barato – para o mercado norte-americano, os preços partem dos US$ 260 mil, algo em torno de R$ 980 mil. Por aqui, quando chegar, valerá ao menos o dobro.

evo

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo