Lançamentos

Lançamento: Fiat Argo de cara limpa e com todas informações

 

Finalmente o Fiat Argo foi completamente revelado para o público. Se o design do modelo já não era nenhuma surpresa, outros pontos como itens de série, versões e potência do motor ainda eram grandes mistérios. Felizmente, hoje às 20h tudo foi revelado pela Fiat. Ao todo, o Argo terá sete versões, mostrando que a Fiat deseja abraçar um grande mercado para voltar ter um modelo em destaque – que não seja picapes. Entre os sete serão três tipos de acabamento (Drive, Precision e HGT), três motores (1.0, 1.3 e 1.8) e três câmbios (manual de cinco velocidades, automatizado de cinco velocidades e automático de seis). Em um certo futuro, também será lançada a versão especial que chamará Opening Edition Mopar, com apenas 1000 unidades.

Classificado como hatch médio, o Argo tem  3,99 m de comprimento, 1,72 m de largura, 1,50 m de altura e 2,52 m de distância entre-eixos. A altura mínima do solo é de 15,5 cm. Já o HGT ganha maquiagem plástica que o faz ter 4 m de comprimento e 1,75 m de largura. A altura do solo é apenas 2 cm maior, 15,7 cm. Ambos possuem porta-mala de 300 litros, nada de diferente de seus concorrentes com 280 litros (Chevrolet Onix) e 300 litros (Hyundai HB20).

imagem (18)-minAs dimensões dos motores já tinham sido relevadas, tratando do propulsor 1.0 Firefly flex (o mesmo que o Mobi) e entrega 77 cv e 10,9 kgfm de torque com etanol. De acordo com a Fiat, o carro chega a 100 km/h em 13,4 segundos e tem velocidade máxima de 162 km/h. Enquanto isso, segundo os dados da empresa o consumo é de 9,9 km/l com etanol e 14,2 km/l com gasolina; na estrada, chega a 10,7 km/l com etanol (e) e 15,1 km/l com gasolina (g).

Mais agressivo, o motor 1.3 Firefly flex de quatro cilindros gera 109 cv de potência e 14,2 kgfm. Diferente do 1.0 que tem apenas a opção de câmbio manual, há também o Argo 1.3 Drive automatizado. Além do modo de dirigir, a diferença fica no consumo. Enquanto o que é necessário fazer a troca de marchas manualmente o consumo urbano é de 9,2 km/l com etanol e 12,9 km/l com gasolina, e na estrada, sobe para 10,2 km/l com (e) e 14,3 km/l com (g). O equipado com o tão criticado novo câmbio da Fiat (GSR Comfort) também tem uma ligeira queda no consumo: 8,9 km/l (e) e 12,7 km/l (g) a no ciclo urbano e 10 km/l com etanol e 14,4 km/l com gasolina no rodoviário.

imagem (15)-min

No caso de quem querer um motor mais responsa, o indicado é o 1.8 E.torQ Evo VIS de 139 cv a 5.750 rpm e de 19,3 kgfm, um coração mecânico para as versões topo de linha, incluindo o esportivo HGT. Nessa versão, sai a precária transmissão automatizada para entrada do câmbio automático, o que faz o consumo ser diferente e também o desempenho. O HGT chega aos 192 km/h de velocidade máxima e alcança os 100 km/h em 9,2 segundos. Se o motor é mais forte, consequentemente o carro fica mais beberrão, é o que acontece nesse caso:  8 km/l com etanol e 11,5 km/l com gasolina contra 9,6 km/l com etanol no ciclo rodoviário e 13,8 km/l com gasolina. Os números mudam quando o 1.8 recebe a transmissão automática com a velocidade máxima caindo para  191 km/h e o 0 a 100 km/h cai para 10,4 segundos. O mesmo acontece com as médias, indo para 7,1 km/l com etanol e 10,1 km/l com gasolina, e 9,5 km/l com etanol e 13,2 km/l com gasolina nas estradas.

Por dentro, o Argo vem equipado com a central multimídia com 7″, mesmo assim o GPS não está incluído. O futuro proprietário terá que fazer o download do app. A tecnologia é compatível com Apple CarPlay e Android Auto, e os comandos também podem ser feitos pelo volante multifuncional ou por voz.

imagem (16)-min

Além dos itens de série, o hatch médio tem como opcional abertura de portas e acionamento do botão sem chave. Não para agora, mas para daqui um tempo, também haverá ar-condicionado automático e digital, retrovisores externos rebatíveis e luz de cortesia. Por fim, também haverá o retrovisor eletrocrômico, que será oferecido em um kit com acendimento automático e sensor de chuva. Confira os itens de série:

Fiat Argo 1.0 Drive manual (R$ 46.800): direção elétrica progressiva, ar-condicionado, quadro de instrumentos com tela central, banco do motorista com ajuste de altura, cintos de segurança retráteis de três pontos para todos os ocupantes, sistema start/stop, Isofix, travas elétricas e vidros dianteiros com acionamento elétrico.

Fiat Argo 1.3 Drive manual (R$ 53.900): adiciona sistema de monitoramento da pressão dos pneus, central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas com Apple CarPlay e Android Auto, volante multifuncional e porta USB adicional para o passageiro traseiro.

Fiat Argo 1.3 Drive automatizado (R$ 58.900): somam-se controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, modo de condução Sport, aletas para trocas de marchas atrás do volante, sistema Auto-Up Shift Abort para retomadas de velocidades, conjunto de iluminação interna, controle de velocidade de cruzeiro, apoio de braço para o motorista, vidros traseiros e retrovisores elétricos, sistema que ajusta os retrovisores automaticamente para facilitar manobras e repetidores de setas.

Fiat Argo 1.8 Precision manual (R$ 61.800): adiciona alarme, faróis de neblina, luzes de posição de LED, rodas de liga-leve de 15 polegadas e banco traseiro bipartido.

Fiat Argo 1.8 Precision automático ( R$ 67.800):  acrescenta apenas aletas para trocas atrás do volante, controle de velocidade de cruzeiro, apoio de braço para o motorista, volante revestido de couro e pacote de iluminação interna.

Fiat Argo 1.8 HGT manual (R$ 64.600): adiciona tela colorida de 7 ” no quadro de instrumentos, detalhe vermelho na grade dianteira, spoilers no para-choque, moldura preta na parte inferior da lateral e nas caixas de roda, ponteira de escapamento cromada, rodas de liga-leve de 16″ e calibração de suspensão mais esportiva, revestimento vermelho na parte central do painel.

Fiat Argo 1.8 HGT automático (R$ 70.600): em relação à versão 1.8 HGT manual, acrescenta aletas para trocas de marchas atrás do volante, apoio de braço para o motorista e controle de velocidade de cruzeiro.

Fiat Argo Opening Edition Mopar: baseado na versão topo de linha 1.8 HGT automático, acrescenta acessórios Mopar. Limitada em 1.000 unidades, será vendida sempre pintada de azul Portofino, teto e retrovisores pintados de preto, aerofólio preto na tampa traseira, rodas de alumínio de 16 polegadas escurecidas, protetor de soleira das portas, tapetes de borracha e carpete, kit de alto-falantes com 60 W e o identificação Mopar nas colunas traseiras. Os donos destas unidades terão as três primeiras revisões gratuitas.

 

  • imagem (13)-min
  • imagem (14)-min
  • imagem (21)-min
  • imagem (15)-min
  • imagem (19)-min
  • imagem (16)-min
  • imagem (22)-min
  • imagem (23)-min
  • imagem (24)-min
  • imagem (18)-min
  • imagem (20)-min
  • imagem (17)-min
  • imagem (13)-min
  • imagem (14)-min
  • imagem (21)-min
  • imagem (15)-min
  • imagem (19)-min
  • imagem (16)-min
  • imagem (22)-min
  • imagem (23)-min
  • imagem (24)-min
  • imagem (18)-min
  • imagem (20)-min
  • imagem (17)-min

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo