Nissan

Nissan March leva bomba no teste de impacto

MD1118NMA1_oncrash_Cam8

Mais um modelo fabricado no Brasil foi submetido aos testes de impacto pelo Instituto Latin NCAP e, desta vez, reprovado sem dó. O carro da vez foi o Nissan March, que já havia sido avaliado em 2015, passou agora pelo novo protocolo do teste de impacto lateral e, mesmo com os dois airbags dianteiros obrigatórios pela legislação, viu a nota cair de três para uma estrela na proteção para os adultos, passando de uma para duas (pontuação ainda considerada insuficiente) na segurança infantil.

Segundo os resultados do crash test, a região peitoral de motorista e passageiro ainda se apresenta vulnerável mesmo com as bolsas infláveis de proteção e, no caso da colisão lateral, a estrutura que representa o outro veículo acabou provocando deformação acima do ideal na carroceria, o que é sinônimo de risco de ferimentos graves para o passageiro. Além disso, a falta do lembrete de cinto de segurança, assim como a ausência dos controles de tração e estabilidade contribuíram para a redução da nota do sub-compacto que, diferentemente do Kwid, da “irmã” Renault, não conta com airbags laterais.

No que diz respeito à integridade de uma criança sentada no assento especial, o fato de não contar com a fixação por Isofix acabou justificando a baixa nota.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo