Curiosidades

Novo recorde no ‘Inferno Verde’

Fazer testes e encarar os quase 21 quilômetros de adrenalina pura do mítico circuito Norte de Nurburgring, o Nordschleife, em busca de recordes se tornou quase uma obsessão para as fabricantes de automóveis, especialmente as que contam com modelos esportivos em sua gama. Os engenheiros alegam, e com razão, que as exigências ao longo do traçado testam de forma completa não só a cavalaria das máquinas, mas, principalmente, a eficiência do chassi e a capacidade de despejá-la nas rodas transmitindo confiança a quem está no volante. É aquela famosa história: se anda bem no “Inferno Verde”, é capaz de encarar qualquer trecho de asfalto.

Mês passado o Seminovos BH Notícias mostrou a impressionante volta que fez da Lamborghini Huracán Performante, sob o comando do italiano Marco Mapelli, o mais veloz carro de produção ao longo do circuito alemão, com 6min52s01 – houve quem duvidasse da marca e afirmasse que os italianos editaram o vídeo da volta para chegar à marca, o que a casa de Sant’Agata Bolognese desmente.

Mas não é só o recorde absoluto que mexe com as montadoras. Ser o mais rápido de sua categoria, seja ela qual for, confere ao modelo uma aura especial, é sempre um argumento extra na tentativa de fisgar o consumidor. E a bola da vez agora é a última geração do Honda Civic Type-R, apresentada no Salão de Genebra e que tem no 2.0 turbo VTEC de 320cv seu carro-chefe.

Com a produção prevista para o segundo semestre, na planta inglesa de Swindon, a engenharia da casa nipônica aproveitou os últimos testes de ajuste do conjunto mecânico, no Nordschleife, para ver do que a bomba era capaz. O Type-R de pré-série ganhou uma gaiola aparafusada (que pode ser desmontada, tal como as usadas em track days) e, para não ficar mais pesado do que realmente é, perdeu o sistema de entretenimento e o banco traseiro. Os pneus são os mesmos radiais esportivos de perfil baixo que serão usados no modelo definitivo e, assim, ele parou o cronômetro em 7min43s8 (custando bem menos do que a versão exclusiva da Lambo, diga-se de passagem). Na comparação com o Type-R anterior, sete segundos foram limados da melhor marca. De quebra, o novo Honda se tornou o modelo de produção com tração dianteira mais rápido da história na pista.

Engenheiro-chefe do desenvolvimento do Type-R, Ryuichi Kijima explicou que a potência, nesse caso, foi um fator até secundário para a melhora. Segundo ele, a maior distância entre-eixos, somada à largura da geração atual e à suspensão traseira multibraço fizeram do Civic bem mais equilibrado nas curvas, onde foi possível acelerar mais e frear menos. Se já tem gente que se diverte com o SI oferecido no Brasil na nona geração (que deixou o mercado), imagine com esse então… Mas planos de aparecer nas concessionárias verde e amarelas, por enquanto, não há…

Honda Civic TypeR Nurburgring Time AttackApril 2017Worldwide Copyright: © Patrick Gosling, Chris Brown/ BeadyeyeFilename: 170403_CivicTypeR_TimeAttack _135.cr2

Honda Civic TypeR Nurburgring Time AttackApril 2017Worldwide Copyright: © Patrick Gosling, Chris Brown/ BeadyeyeFilename: 170403_CivicTypeR_TimeAttack _128.cr2

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo