Chevrolet

Onix Joy ganha encorpada na linha 2019

A estratégia não é nova: aproveitar a carroceria anterior de um modelo (as vezes mesmo uma geração) para oferecer uma versão de entrada, mais simples e acessível, para quem está mais preocupado com o bolso do que com tecnologia e conforto. Fiat (Palio, Siena, Uno/Mille), VW (Gol) são alguns dos exemplos mais recentes de uma tática que, além de tudo, ajuda a aproveitar ao máximo todo o investimento feito na linha de montagem em termos de estamparia, moldes e outros componentes.

Mas, no caso da Chevrolet, estamos falando do veículo mais vendido do mercado, o que faz da versão Joy do Onix ainda mais atraente. Tanto mais que, em termos de carroceria, a diferença em relação às configurações superiores é mínima – estamos falando da dianteira com o capô mais extenso; os farois de desenho distinto e da grade bipartida que hoje é parte do design da casa da gravatinha (basta ver Cruze e Equinox).

Pois, para a linha 2019, o “popular” da gama ganha alguns itens de série bem-vindos (nada que vá mudar a cotação do dólar, é verdade). Novas calotas, faróis com máscara negra e elementos cromados; lanternas com detalhe fumê similar ao das configurações mais sofisticadas são as mudanças externas. Mais importante é a adoção do cinto de três pontos para o passageiro do meio no assento traseiro, que ganha também apoio de cabeça; bem como o novo revestimento dos bancos e a chave canivete, semelhante ao das demais configurações do compacto. O motor é o bom e velho quatro cilindros 1.0 Flex de 80cv, acoplado à transmissão manual de seis marchas, um conjunto econômico e à altura da proposta. As cores disponíveis são Preto Ouro Negro, Branco Summit, Vermelho Chili, Cinza Graphite e Prata Shitchblade.

01_GM_JOY_1_29-08-2018

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo