Curiosidades

Os 45 anos de uma lenda no Brasil

FordMaverick MaverickGT

“Maveco”. Ele ganhou até apelido carinhoso, além de uma admiração que não diminui e faz, dos exemplares mantidos em perfeito estado de conservação, a alegria dos colecionadores e amantes dos automóveis. Pois há exatamente 45 anos a Ford lançava no Brasil o Maverick, um cupê esportivo que se tornou sinônimo de status, fez sucesso nas ruas e pistas e chamava muito a atenção em um cenário bastante diferente do atual.

Eram tempos de poucas opções, importações limitadas e milagre econômico, que deixava a gasolina mais acessível. Sim, porque tanto o seis cilindros em linha 3.0 (112cv) quanto o V8 5.0, de 197 cv sempre mostraram apetite exagerado e exigiam reencontros constantes com os postos. Opções de transmissão eram duas: câmbio manual de quatro marchas com alavanca no assoalho ou o automático de três marchas com comando na coluna de direção.

O Maverick havia sido lançado nos Estados Unidos em 1969 e já era sucesso de mercado também na terra do Tio Sam quando desembarcou por aqui – foi mostrado pela primeira vez no Salão do Automóvel de 1972 e teve as vendas iniciadas no ano seguinte, com destaque para a versão esportiva GT, com o V8 acoplado ao câmbio manual e a potência jogada nas rodas traseiras. A ideia da Ford foi ocupar um espaço que havia entre o Corcel e o imenso Galaxie.

Com a crise internacional do petróleo, em 1975, a solução foi apostar em motores menores e mais econômicos – o seis cilindros foi substituído por um 2.3 de quatro cilindros com comando de válvulas no cabeçote e 99 cv (o V8 permaneceu como opção para o GT). Até ter a produção encerrada, em 1979, foram fabricadas no Brasil 108.106 unidades.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo