Dicas

Polo e Virtus ganham versão PCD para 2019

A possibilidade aberta pela legislação de oferecer veículos com redução de impostos ao chamado público PCD (pessoas com deficiência, algum tipo de doença crônica ou limitação de mobilidade) abriu para as montadoras um novo filão, a ponto de justificar a criação de versões específicas que não podem trazer opcionais e devem respeitar os limites de preços. A Volkswagen inclui, em sua gama de produtos para 2019, o Polo e o Virtus Sense destinados exatamente ao segmento, ambos com o valor sugerido de R$ 69.990.

O Polo é equipado com o motor três cilindros em linha turbo 1.0 200 TSI (torque de 20,0 kgf.m e potência de 128cv), enquanto o Virtus recebe o quatro cilindros em linha 1.6 de 120cv. Ambos acoplados à transmissão automática de seis velocidades. A lista de equipamentos inclui direção com assistência elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas com função “um-toque” para fechamento e abertura, travas elétricas, faróis de dupla parábola e chave tipo “canivete” com controle remoto; os computador de bordo, tomada de 12V no console central, suporte para celular no painel com entrada USB para carregamento, rodas de aço Aro 15, retrovisores externos com ajuste elétrico e função “tilt down”. Também incluído é o sistema de Composition Touch, bem como o “Park pilot” (sensores de estacionamento traseiros).

Como funciona

As pessoas com deficiência capazes de conduzir (mesmo com adaptações especiais) e os não condutores (não habilitados que necessitam de um condutor) têm direito às seguintes isenções:
• IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados;
• ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias;
• IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (apenas para PcD condutor);

Quem pode ter direito às isenções

Pessoas com amputações, artrite reumatoide, artrodese, artrose, AVC, AVE (acidente vascular encefálico), autismo, alguns tipos de câncer, doenças degenerativas, deficiência visual, deficiência mental (severa ou profunda), doenças neurológicas, encurtamento de membros e más formações, esclerose múltipla, escoliose acentuada, LER (lesão por esforço repetitivo), linfomas, lesões com sequelas físicas, manguito rotador, mastectomia (retirada de mama), nanismo (baixa estatura), neuropatias diabéticas, paralisia, paraplegia, Parkinson, poliomielite, próteses internas e externas; exemplo: joelho, quadril, coluna, etc, problemas na coluna, quadrantomia (relacionada a câncer de mama) síndrome do túnel do carpo, talidomida, tendinite crônica, tetraparesia, tetraplegia, etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo