Ford

Shelby GT 500: o Mustang mais bravo de sempre

O ano de 2018 marcou o fim de uma longa espera e o início das vendas do Mustang importado oficialmente pela Ford no Brasil. Pois mesmo quem tem os cerca de R$ 300 mil pedidos pelo muscle car há de invejar o lançamento da montadora norte-americana no NAIAS, o Salão de Detroit: o Shelby GT 500, mais extrema configuração do modelo que tem o cavalo como símbolo. Um representante digno do trabalho iniciado por Carroll Shelby, que se dedicou a desenvolver máquinas especiais para as pistas e ruas com o máximo de desempenho e visual agressivo.

Sob o capô está um V8 5.2 com supercharger, bloco de alumínio, pistões e bielas forjadas, jogando nas rodas traseiras nada menos que 700 cavalos, por meio de um eixo de transmissão em fibra de carbono, com uma caixa automática Tremec de sete velocidades com dupla embreagem. Lógico que só cavalaria não adiantaria, o que fez com que a Ford Performance trabalhasse uma nova regulagem da suspensão magnética; dotasse o bruto de um sistema de freios Brembo com pinças de seis pistões digno das pistas e revisse a carroceria, com caixas de roda mais amplas e visual à altura da proposta.

Como se não bastasse, há dois pacotes de performance que espremer ainda mais do modelo: o “Handling Package” inclui suportes ajustáveis de montagem dos amortecedores ​​e spoiler com aba “Gurney”. Para os fãs mais extremos, há o “Carbon Fiber Track Package”, com rodas de fibra de carbono aparente de 20 polegadas, rodas traseiras meia polegada mais largas (11,5 polegadas), pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 personalizados, aerofólio ajustável GT4 e divisor de fibra de carbono aparente. No interior, bancos Recaro, apliques em fibra de carbono e camurça e sistema multimídia Sync 3 com tela de 12 polegadas.

FordMustangShelby2020-2

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo