BMW

Sim, essa BMW R 1200 GS anda sozinha…

No caso dos veículos de quatro rodas, é até lógico imaginar a razão do investimento na condução autônoma, especialmente pensando em novas formas de transporte coletivo e mobilidade nos grandes centros urbanos, ainda que quem gosta de dirigir não pense em, um dia, se transformar em “mero” passageiro do veículo. Mas, sobre duas rodas, é o caso de se perguntar que graça teria ser levado pela moto, e não conduzi-la. Afinal, os motociclistas de verdade vão concordar que pilotar é muito mais do que se deslocar de forma rápida e ágil. É sentir vento na cara, brincar com as leis da física, chegar a locais que outros veículos não alcançariam.

Pois a BMW resolveu reunir um grupo de jornalistas europeus em sua pista de testes de Miramas, na França para mostrar uma maxienduro R 1200 GS capaz de se deslocar sozinha, fazer curvas, acelerar e frear sem condutor. Ao observar as imagens (e o vídeo abaixo) parece uma pegadinha, algo manipulado no computador para esconder o motociclista, mas realmente não há ninguém entre o banco e o guidão.

Antes que os entusiastas se assustem, a fábrica alemã garante que o trabalho coordenado pela equipe do engenheiro Stefan Hans não tem como objetivo desenvolver uma moto 100% autônoma. Trata-se, na verdade, de uma experiência para descobrir até onde é possível chegar em termos de auxílio ao motociclista, sem tirar o prazer da pilotagem. E, como já acontece com os carros, oferecer auxílio em momentos de risco; acionar autonomamente os freios na iminência de uma colisão ou até mesmo pensar em bolsas infláveis que entrem em ação em situações semelhantes. Se é assim, passageiro sobre duas rodas continuará sendo apenas o garupa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo