Curiosidades

Tabela Fipe, saiba como usar

tabela-fipe 2Quem em algum momento da vida, nunca acessou o site de preços Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), para verificar a cotação de um carro que esteja olhando para compra ou venda? Pois é meus amigos(as), este é um site de referência sobre cotação de carros, caminhões e motos. Mas, muitas pessoas têm uma certa dificuldade na hora de entrar e fazer sua pesquisa. O SeminovosBH, vai lhe dar algumas dicas, para que você faça sua pesquisa simples e rápida. Antes de mais nada gostaria de salientar que, para quem procura veículos descaracterizados como, ambulância, carros dos bombeiros, viaturas militares e táxis, ou seja, de qualquer âmbito profissional, não são considerados como veículos constantes na listagem da Fipe. O que é importante frisar também, que os preços praticados na instituição é apenas um referencial para nortear as pessoas em relação aos veículos usados e zero-quilômetros. Em uma negociação particular vale o bom senso de cada um e o estado geral de conservação do veículo.

Antes de comprar um carro usado ou seminovo, é sempre recomendado que as pessoas acessem o site para ter uma ideia sobre os diversos aspectos, que podem modificar os valores presentes na tabela Fipe. Destacamos, por exemplo, 5 pontos:

  • Cor
  • Estado de conservação
  • Região
  • Acessórios
  • Ano do veículo

Tabela Fipe – anos e valores

Sempre é importante alertar as pessoas que carros mais antigos, necessariamente, não significa como os mais baratos. Se você, por exemplo, fizer uma pesquisa de um carro de um amigo e este carro é bem antigo, e de placa preta ainda, não significa que este veículo é barato. Os carros de placa preta, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro,(CTB), classifica estes carros sendo de colecionadores, então, os preços praticados terão uma variedade de acordo com uma série de fatores como os descritos acima. Tem carros antigos que podem valer mais do que um carro zero-quilômetro. Acredite.

Uma outra questão, é que se achar um carro que esteja com o valor bem menor do que o praticado no mercado, desconfie. Este carro pode ter sofrido alguma avaria grave, como, capotamentos, batidas frontais, traseira ou até mesmo estragos grandes nas laterais, além de motores já em final de carreira.

Seu carro pode valer mais na tabela, saiba como

Cor: Veículos brancos possuem menos valorização na tabela Fipe e no mercado. Diversas pessoas acham que todos veículos de cor branca foram táxis. Uma boa sugestão para você que tem carro branco é comprovar que nunca foi carro de aluguel. Mas se ficar cismado mesmo e ver que seu carro branco não está com chances de negociação, uma alternativa e pinta-lo de outra cor. Mas tome cuidado, se não ficar legal a pintura pode prejudicar em novas negociações.

Estado de conservação: Não é necessário ser um expert em carros, mas, veículo sem conservação jamais pode conseguir se sobrepor à média no preço da tabela Fipe. Quem deseja revender o veículo precisa zelar por seu patrimônio hoje, para não ter um prejuízo maior amanhã.

Região: Na tabela Fipe, a localidade do automóvel corresponde de modo direto à valorização. Em Belo Horizonte os valores são maiores do que na região metropolitana ou interior. Quer dizer, quem resolve vender na capital, após mudar o emplacamento, pode lucrar um pouco a mais ao negociar o veículo.

Ano do veículo: Se o automóvel for velho vai valer menos na tabela Fipe, a não ser que se trate de um carro tipo colecionável como falamos antes, com placa preta e excelente estado de conservação. Existe outros carros antigos em excelente estado de conservação que podem valer mais que muitos seminovos de qualidade.

Acessórios: Hoje em dia, dependendo da quantidade e qualidade dos acessórios, pode-se agregar valor na venda do veículo, mas, para uma grande maioria de pessoas, alguns acessórios não são bem vindos. Para este tipo de público, existe compradores específicos, para cada “mexida” no carro, como: carros turbinados, com spoilers, e um monte de bugiganga, que em sua maioria, não vale muito mesmo.

Crítica

A tabela Fipe é uma das formas de pesquisas automobilísticas, para as pessoas que querem vender seu carro e não sabem por onde começar, mas acho que faltava alguns itens importantes no site, como:

  • Preços que não condizem com a realidade mercadológica (inflação);
  • Ausência da tabela Fipe em todas as zonas municipais brasileiras;
  • Alto custo para obter pesquisas detalhadas (renda média do consumidor, índice de custo de vida, entre outros exemplos);
  • Números comparativos que consideram estatísticas federais em crise no mercado (IBGE, MTE, entre outras);

Geral

No geral, a tabela Fipe acabou se tornando uma referência. Na verdade, há uma especulação de preços praticados no mercado, dependendo de uma série de fatores em relação a qualidade geral dos automóveis. Sempre é importante conhecer um mecânico de confiança, fazer uma pesquisa em diversas lojas do ramo para pesquisar preços, condições de pagamento, taxa de juros aplicada, como explicou o SeminovosBH na matéria, “Taxa de juros, aprenda a calcular para não ser passado para traz“, publicada há alguns dias, e o principal, sempre fazer uma negociação que agrade as partes e sempre ser o mais transparente possível.

Com todos esses dados em mãos, teremos a certeza, de que você fará um bom negócio, tanto para venda como para compra.

Bons negócios.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo