Curiosidades

Tecnologia automotiva também pode causar estrago…

honda-br-v-4-min

Lógico que a tecnologia nos automóveis chegou para facilitar a vida dos condutores e ocupantes e, em muitos casos, aumentar a segurança ao volante. Mas nem sempre tanta comodidade acaba trazendo os resultados esperados. Uma reportagem publicada pelo New York Times mostrou que ao menos 28 mortes nos Estados Unidos estão sendo investigadas pelas autoridades por uma causa surpreendente: envenenamento por monóxido de carbono causado pelo funcionamento ininterrupto dos motores apesar de o botão de start/stop ter sido acionado em boa parte dos casos.

Segundo o texto, o fato de os propulsores serem atualmente bem mais silenciosos, principalmente em marcha lenta, faz também com que muitos motoristas se esqueçam de desligá-los, o que antes era feito com a chave. A NHTSA, autoridade nacional de trânsito da terra do Tio Sam quer obrigar as fabricantes a instalar alertas sonoros ou luminosos que ajudem os mais esquecidos, mas as montadoras inicialmente se mostram resistentes à medida. A exceção é a Ford que, a partir de sua linha 2019, vai equipar os modelos com um dispositivo que corta o funcionamento do motor depois de 30 minutos se a chave eletrônica não estiver no interior. Estima-se que mais da metade dos veículos em circulação nos EUA já contam com o botão de partida.

Ainda que fenômenos do tipo não tenham sido registrados no Brasil, sempre vale redobrar a atenção para evitar sustos.

Logo Maio Amarelo (4)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Vídeos

Mais Lidas

Topo